Abrir menu Fechar menu

Agenda Cultural

“CAMPO PRÓXIMO | Diogo Alvim e Matilde Meireles ”

Esta instalação faz parte do projeto INVASOR ABSTRACTO, de OSSO Coletivo.

Campo próximo é uma instalação sonora que trabalha a perceção e a construção de lugares, interligando locais remotos com o espaço em que é apresentado. Nesta instalação, são usadas gravações de campo de lugares selecionados entre São Gregório, no concelho de Caldas da Rainha (onde está situada a sede do coletivo OSSO) e o Convento São Francisco, desenhando uma linha que atravessa o território. Cada gravação é apresentada por um período de tempo proporcional à distância entre o lugar original e o de escuta. Esta duração corresponde ao tempo que o som levaria a percorrer essa distância em linha recta, como o voo da abelha, ou do corvo. Simultaneamente, um microfone posicionado no centro da sala capta as gravações e reproduz esse resultado, alternadamente, em cada extremidade do espaço. Este processo é repetido, modulando as propriedades do som que se funde com a acústica do espaço de apresentação, tal como em I Am Sitting in a Room de Alvin Lucier (1969). O diálogo entre as diferentes paisagens sonoras e a sala vai acelerando até o ponto de total convergência em que a arquitetura e a própria presença do público se tornam os protagonistas da escuta.

Esta instalação será ativada pelo concerto CAMPO PRÓXIMO

Classificação Etária
Todos os públicos


Informações
Bilheteira: 239 857 191
bilheteira@coimbraconvento.pt



+ Info

Para mais Informações e Pré-Reservas

Para Mais Informações